logo IMeN

Diarréia, tratamento com a alimentação.

A diarreia é um sintoma comum a diversas patologias, podendo ocorrer secundária tanto a infecções virais, bacterianas e parasitárias, como também decorrer de doenças inflamatórias intestinais, casos de intolerância ou alergia a algum alimento, ingestão excessiva de açúcar, reação a medicamentos e assim por diante. 
Fora o tratamento específico da condição que desencadeou a diarreia, um ponto importante a ser levado em consideração quando estamos com este sintoma é a alimentação.
A dieta pode favorecer e piorar o quadro, a depender de sua composição.
Frutas como banana prata, pêra, goiaba e maçã sem casca ajudam a controlar a diarreia devido sua ação obstipante.
Já outras como mamão, ameixa, abacate e laranja possuem característica mais laxativa e por isso, devem ser restringidas.
Além disso, é importante evitar a ingestão de fibras insolúveis da dieta, presente principalmente nos cereais integrais, verduras folhosas, leguminosas e frutas com casca e bagaço. Este tipo de fibra possui a função de acelerar e estimular o trânsito intestinal e por isso, tendo em vista o quadro de diarreia, sua ingestão não seria benéfica.
Ainda nesse sentido, deve-se evitar o consumo de alimentos muito gordurosos, ricos em açúcar e também leites e derivados, pois no momento, devido ao processo de digestão e absorção prejudicados, podem vir a agravar a diarreia.
Por fim, dependendo da seriedade e característica individual do paciente, a diarreia pode estar associada a desidratação, quadro que pode propiciar complicações graves. Por este motivo, vale ressaltar a relevância da ingestão de líquidos por este paciente, no intuito de manter uma hidratação adequada, especialmente após as evacuações diarreicas.

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br